carregandi

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Acesso do Associado:   
 

Ainda não é associado?

Venha fazer parte da Assisefe!

Clique aqui!
A - A +

Administração do Senado adota medidas para evitar proliferação do coronavírus na Casa

history segunda-feira, 20 de abril de 2020     folder Notícias

 

A Diretoria-Geral (DGer) do Senado tem adotado uma série de medidas para evitar a proliferação do novo coronavírus na Casa. São iniciativas que vão deste a criação de ferramentas para a realização de sessões virtuais até a suspensão do atendimento presencial nos setores. O objetivo é proteger a comunidade, parlamentares, colaboradores, familiares e visitantes, segundo a diretora-geral, Ilana Trombka.

— É fundamental seguirmos à risca as determinações das autoridades públicas de saúde. E, tanto quanto possível, manter o funcionamento de nossos setores — diz Ilana, lembrando que as decisões estão baseadas em atos da Presidência, da Primeira-Secretaria, da Comissão Diretora, da Secretaria-Geral da Mesa e da própria DGer.

Para garantir a votação de matérias importantes e, ao mesmo tempo, evitar aglomerações, o Prodasen desenvolveu o Sistema de Deliberação Remota, solução tecnológica que permite debates e votações de matérias por meio da internet.

A diretora-geral ressalta que o atendimento presencial foi suspenso no Senado. Assuntos que envolvem a gestão de pessoas, o plano de saúde, a Polícia Legislativa e o protocolo da Casa devem ser resolvidos por telefone ou por e-mail, sempre para evitar o contato entre as pessoas.

Os trabalhadores imunodeprimidos ou portadores de doenças crônicas foram os primeiros a ter garantido o teletrabalho. Posteriormente, o sistema de teletrabalho foi também estendido aos demais colaboradores.

— As pessoas não incluídas no grupo de risco tiveram liberado o registro do ponto eletrônico e devem ajustar suas tarefas ao sistema de teletrabalho, escala ou sobreaviso, em acordo com suas chefias — diz Ilana, lembrando que a administração da Casa providenciou o acesso remoto à rede do Senado e ferramentas para a realização do trabalho por meio da internet.

A Biblioteca do Senado também suspendeu o atendimento presencial. Dúvidas podem ser esclarecidas por e-mail e os empréstimos de livros foram prorrogados. A biblioteca também disponibilizou para o público bases nacionais e internacionais especializadas em saúde, com foco na covid-19. A lista, permanentemente atualizada, pode ser vista aqui.

Vacinação

Por entender que a vacinação contra a gripe reduz a quantidade e a gravidade de quadros respiratórios, o plano de saúde dos servidores efetivos e comissionados cobrirá parcialmente o valor da vacina contra a influenza. Para os demais colaboradores, a administração da Casa está buscando, junto ao Instituto Butantan, doses da vacina antigripal para suprir toda a demanda.

Também na área de saúde, o Senado disponibilizou três números de celular para o esclarecimento de dúvidas, via WhatsApp, sobre a covid-19. Outra iniciativa foi oferecer aos colaboradores atendimento psicossocial por meio da internet.

— O Senado também tem desenvolvido ações para amenizar os impactos do isolamento social. A DGer divulga, às segundas e sextas-feiras, vídeos com apresentações musicais do Coral do Senado, para proporcionar momentos de leveza e bem-estar aos colaboradores durante o período de distanciamento social — diz Ilana Trombka.

O grupo de voluntários do Senado, reunidos na Liga do Bem, tem promovido ações para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social devido à pandemia. As doações têm garantido a compra de cobertores, kits de higiene, cestas básicas, galões de álcool em gel, máscaras e luvas entregues a famílias e instituições que atendem idosos.