carregandi

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Acesso do Associado:   
 

Ainda não é associado?

Venha fazer parte da Assisefe!

Clique aqui!
A - A +

Plano de saúde do SIS terá rede credenciada própria no Distrito Federal

history sexta-feira, 19 de junho de 2020     folder Notícias

 

Os usuários do plano de saúde do Sistema Integrado de Saúde (SIS) contarão, a partir do segundo semestre, com uma rede credenciada própria do Senado no Distrito Federal, além da oferecida pelo Saúde Caixa. Segundo a diretora-geral da Casa, Ilana Trombka, a medida é resultado do acordo de cooperação que permitiu ao SIS o direito de aderir aos hospitais, clínicas e laboratórios da rede credenciada do Ministério Público Federal (MPF).

— Estamos em busca do fortalecimento e de um controle maior da rede de serviços de saúde oferecida aos usuários do SIS. Assim garantimos uma qualidade melhor, um preço menor e também o diálogo com essa rede de saúde que vai ser útil no momento em que precisarmos de apoio à nossa saúde — diz a diretora, acrescentando que, fora do Distrito Federal, os usuários continuarão usando a rede do Saúde Caixa.

Foi o acordo com o Ministério Público, lembra Ilana, que permitiu o credenciamento no mês de maio do DF Star, instituição da rede D'Or São Luiz que reúne hospitais de alto padrão. O acordo é resultado do Grupo de Trabalho (GT) criado no ano passado, em conjunto com a Câmara dos Deputados e o Tribunal de Contas da União (TCU), para construir modelos de autogestão dos planos de saúde de cada uma dessas instituições.

Segundo o diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas (SEGP), Gustavo Ponce, o Senado vem trabalhando, desde a constituição do GT, para garantir a evolução e estabilidade do SIS.

— Durante os últimos anos, temos tido uma excelente parceria com o Saúde Caixa, que nos proporciona uma ótima rede credenciada, com bom atendimento. Mas a dependência integral de um parceiro sempre traz riscos, pela necessidade de renovação anual do contrato. Assim, foi buscada a alternativa de construir uma rede de credenciamento próprio, com grande suporte em novas tecnologias de gestão de planos de saúde — relata Ponce.

Benefícios

Presidente do GT, a médica Daniele Calvano é quem está gerenciando o credenciamento da rede própria.

— Contamos com o apoio operacional e de rede credenciada do Saúde Caixa desde 2012. Além disso, agora teremos a oportunidade de ampliar nossa capacidade de controle sobre os prestadores diretamente credenciados ao Senado e com uma assistência mais personalizada aos nossos beneficiários — diz Daniele.

A servidora aponta ainda alguns benefícios da iniciativa, como maior estabilidade quanto à manutenção da rede credenciada, poder de decisão no credenciamento e descredenciamento dos serviços de saúde, garantia de manutenção do princípio da solidariedade na cobrança de mensalidades, transparência na prestação de contas e ausência de fins lucrativos. Ela avalia também como positiva em relação à rede credenciada a maior segurança da informação, a garantia da manutenção da qualidade de assistência e maior previsibilidade, com possibilidade de redução de custos.

A adoção de uma rede credenciada própria foi aprovada em 3 de setembro do ano passado pelo Conselho de Supervisão do SIS, presidido pelo senador Antonio Anastasia (PSD-MG). Teve ainda o apoio da Associação dos Servidores Inativos e Pensionistas do Senado Federal (Assisefe), do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) e da Associação dos Servidores do Senado Federal (Assefe). Todas essas entidades participaram recentemente das discussões sobre o credenciamento de uma rede própria do SIS.