carregandi

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Acesso do Associado:   
 

Ainda não é associado?

Venha fazer parte da Assisefe!

Clique aqui!
A - A +

Senado cria novo portal do Sistema Integrado de Saúde (SIS) fora da Intranet. ASSISEFE é ouvida antes

history quinta-feira, 13 de dezembro de 2018     folder Notícias

 

A mudança permite que aposentados, pensionistas e servidores que trabalham fora de Brasília tenham acesso com mais facilidade às informações sobre o plano de saúde, antes disponíveis apenas na Intranet.

O link para acesso é: www.senado.leg.br/sis

Segundo a diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, a ideia é tornar a comunicação com o usuário do plano mais fluida, de maneira que haja menos dúvidas e mais satisfação.

— Nós sempre soubemos que o trabalho que o SIS faz e o nosso plano de saúde são muito bons, mas, às vezes, a informação não chega até o cliente, que é o nosso colega servidor, ativo, inativo e pensionista. E o portal tem essa função: suprir esse gap e levar a qualidade do nosso plano de saúde até o seu associado.

Para a médica Daniele Carvalho, coordenadora-geral de Saúde do Senado, o site é mais uma das ferramentas do SIS para estreitar o relacionamento com os beneficiários.

— A gente percebeu que os aposentados têm dificuldade para acessar a Intranet. O portal é mais acessível para eles, e lá há uma série de informações sobre o plano e respostas a perguntas feitas pelo [ramal] 5000. O site deu mais visibilidade para essas respostas.

Também é objetivo do portal garantir informação para os usuários 24 horas por dia. Daniele afirma que o 5000 funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Se houver alguma dúvida no final de semana, diz, a resposta pode, a partir de agora, ser obtida no site, que, por ser responsivo, é fácil de ser acessado pelo celular e outros dispositivos móveis.
Intranet

Jaqueline Ribeiro, do Gabinete da Diretoria-Geral (DGer) e ex-assessora técnica do SIS, afirma que as informações do portal foram organizadas a partir dos questionamentos registrados pelo ramal 5000, para que o usuário não precise ligar com frequência.

O projeto levou ainda em conta os conteúdos do SIS mais acessados na Intranet, conforme Jaqueline. A rede credenciada aparece em primeiro lugar; o cartão de identificação, em segundo; depois vem o manual de utilização do plano de saúde. Ela também pesquisou sites de outros planos para saber como as empresas organizam as informações oferecidas aos usuários.

— A maioria dos aposentados cadastra a senha da Intranet, mas acaba perdendo e tem dificuldade de ter as informações. Também existem casos em que o filho do beneficiário precisa pesquisar a rede de credenciados ou da segunda via da carteirinha do pai. Como são informações privadas, obtidas somente pela Intranet, a gente entendeu que o site deixaria a informação mais acessível para os aposentados, pensionistas e outros usuários. Todas essas informações estão abertas agora — diz Jaqueline, e acrescentou  o portal é dinâmico, logo, sempre que a ASSISEFE ou os associados tiverem novas ideias, elas serão ouvidas e atendidas na medida do possível.

Transparência

Segundo Washington Brito, secretário-executivo do Comitê de Internet, o novo portal foi construído para que haja transparência total no plano de saúde e que possa ser visto por quem não tem acesso à Intranet. No entanto, diz, outros recursos precisam ser desenvolvidos.

— O site precisa melhorar ainda mais, pois mantém uma linguagem técnica, para facilitar o acesso pelas pessoas mais velhas — afirma Washington, lembrando que o desenvolvimento coube ao Serviço de Soluções para Portais, do Prodasen,

ASSISEFE
A Associação dos Servidores Inativos e Pensionistas do Senado (ASSISEFE) foi ouvida sobre o site antes que ele fosse colocado no ar. O objetivo era garantir que a paltaforma atendesse a demana do aposentado. A 1ª vice-presidente, Maria Elisa Stracquadanio, fez algumas sugestões e elogiou o resultado final.

— Participamos da reunião de apresentação do novo site com o Paulo Meira, diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas (SEGP) para avaliar se o layout, os textos e os tópicos abordados atendiam a demanda dos nossos associados. Como recebemos muita reclamação do pessoal, temos facilidade para identificar o que eles têm mais dificuldade. Precisava realmente melhorar, especialmente para os aposentados que não moram em Brasília e têm dificuldades de entrar em contato com o SIS. O site veio para ajudar. Ele está muito bom e acessível.

Maria Elisa sugeriu à SEGP que os formulários do SIS fossem colocados no portal, o que não foi possível atender pelo fato de o acesso ser público. A solução foi disponibilizar o link de todos os documentos na Intranet, que podem ser abertos por quem tem a senha.

Fonte: Senado Federal